in Escrita

Falsa utopia

at
falsa-utopia

Não, eu não vou falar sobre a atual situação no Brasil. Não entrarei aqui no mérito de dizer que o que vivemos é uma falsa utopia. Deixarei esses comentários para depois…

Estou aqui para falar sobre um dos enredos (ou “plots”) na escrita ficcional: a falsa utopia. Esse enredo é bastante comum. Como o próprio nome já diz, se revela por tratar de uma situação aparentemente perfeita que, na realidade, não passa de uma mentira.

A palavra utopia significa um “não lugar” e pode ser considerado um lugar que não existe ou um lugar que se almeja. A ideia de utopia indica um lugar ou estado ideal. A falsa utopia não é seu oposto, esse papel cabe às distopias. No entanto, podemos dizer que toda falsa utopia acaba por se revelar uma distopia.

Em geral, o cenário da falsa utopia é um lugar onde não há erros e reina a perfeição para depois se mostrar um lugar hostil, como nas distopias.

Alguns exemplos de falsa utopia

Equilibrium (2002)

Sinopse: Em um futuro incerto, a raça humana foi quase totalmente devastada. Para salvar o mundo, os governantes decidiram criar uma droga capaz de inibir o sentimento humano e garantir a paz para sempre. Em nome dessa sociedade perfeita, tudo o que pudesse provocar qualquer sentimento foi destruído: livros, arte, música. Mas um grupo se nega a tomar a droga, e agora a cidade está cercada de sacerdotes da lei, que vieram para exterminar esses rebeldes. (Fonte: Google)

Comentário: Percebam que na descrição do filme é utilizado o termo “sociedade perfeita”. Será mesmo?

O doador de memórias (2014)

Sinopse: Jonas vive em uma pequena comunidade aparentemente ideal, sem doenças ou guerras e onde todo mundo é feliz. Para que essa realidade subsista, um homem é encarregado de armazenar as más memórias, poupando os demais habitantes do sofrimento. Jonas, porém, descobre o perigoso segredo de sua comunidade e, armado com o poder do conhecimento, tenta fugir do mundo em que vive e proteger os que ama. (Fonte: Google)

Comentário: Aqui a descrição é “comunidade aparentemente ideal”. Aparentemente uma utopia.

Doctor Who – “Smile” (10×02)

Sinopse: No futuro distante, na borda da galáxia, há uma cidade brilhante, perfeita. Essa nova colonização humana promete ter o segredo da felicidade – mas os únicos sorrisos que o Doutor e Bill conseguem encontrar estão em uma pilha de caveiras.

Algo está vivo nas paredes, e os EMOJIBOTS estão observando nas sombras, enquanto o Doutor e Bill tentam desvendar esse mistério aterrorizante. (Fonte: BBC)

Comentário: A descrição da cidade é “brilhante”, “perfeita”. Além disso, fala sobre o “segredo da felicidade”. Poderia até ser uma utopia. #Sqn

Você lembra de outros exemplos de falsa utopia? Já havia ouvido falar neste conceito?

Beijos e até a próxima!

by
Share:
123413